LOJA MORUMBI Nº 2306, ORIENTE DE SÃO PAULO/SP

Dia 08/12/2021 (4ªf) às 20h na LOJA MORUMBI Nº 2306, RITO ESCOCÊS ANTIGO E ACEITO, RUA RODRIGUES BATISTA Nº 107, SÃO PAULO/SP, fundada em 17/08/1984.

Sessão de Consagração de Estandarte e homenagem ao irmão Gerson Magdaleno Grão-Mestre Estadual de São Paulo GOB-SP.

Tendo como Venerável Mestre Gerson Gabriel.

Estiveram presentes as autoridades maçônicas irmão Gerson Magdaleno Grão-Mestre Estadual de São Paulo GOB-SP, José Eduardo Vuolo Vice Presidente do Egrégio Tribunal Eleitoral Maçônico do Estado de São Paulo, Gilvecio Paulo Arruda Secretário Estadual de Comunicação Adjunto do GOB-SP, deputado estadual   César Farid Haddad, mestres instalados: Márcio Goldnadel Monteiro,  Mauzler Paulinetti, Reinaldo Genovesi Pavillionis, Wagner Roberto Pereira,  Márcio Ruiz de Almeida e Walter Françolin, todos da ARLS MORUMBI 2306, além do atual Venerável Mestre da ARLS Anhembi 2301, Fábio da Silva Dinamarco, diversos Mestres Maçons, Companheiros e Aprendizes.

 

ARLS “MORUMBI” – 2306 – CAPITAL- SÃO PAULO

O Estandarte na cor azul homenageia o simbolismo do REAA, a partir da cisão no GOB e que redundou no abandono progressivo da cor encarnada.  Toda sua orla é circundada por uma franja amarela realçando o contraste dessas cores que,  em nossa bandeira pátria,  representam o firmamento e as riquezas do Brasil, onde tem lugar a fraternidade vivenciada em nossas oficinas.  No seu interior as colunas:  “B” e “J”,  que na antiguidade,  guarneciam a entrada do Templo de Salomão. Na expressão hebraica, a coluna   “B”, significa força, onde Aprendizes recebem as instruções para desbaste da pedra bruta.  A coluna “J”, significa “estabilidade”, “firmeza”.  No ocidente ao sul, abriga os Companheiros. Juntas sustentam a frase: “Deus dá estabilidade com força”.

As colunas são encimadas por romãs, infrutescência e símbolo da fecundidade e da fertilidade. Originária da Pérsia é considerada uma relíquia sagrada da natureza, simbolizando o amor, a união dos maçons, ligados em vida pela solidariedade, humildade e prosperidade. 

Dirigindo seu olhar ao livro Sagrado  o olho que  tudo vê ou  o Olho da Providência representa o conhecimento espiritual, a onisciência. É o olho de Deus observando a humanidade, guiando  as ações dos obreiros na busca da perfeição. 

O escrito como fonte do conhecimento simboliza A Lei das Doze Tábuas,  que na República Romana versava sobre a organização e procedimento judicial, público e sagrado. Expressa também as doze regras da maçonaria regular universal. Em loja, o Livro da Lei preside o princípio místico do universo, a inspiração para a prática do bem e a responsabilidade do homem em razão de sua própria vontade e determinação. Sobre o volume da Lei Sagrada  o Maçom assume suas obrigações fraternais sendo a razão de estar circundado por uma corrente cujos elos simbolizam a união, a força espiritual, a soma das energias coletivas em nossa cadeia de união.

O Esquadro e o compasso, representam a materialidade do homem e sua espiritualidade.  O Esquadro,  assinala a retidão, a moralidade  e sua ação do sobre a matéria e sobre si mesmo. Emite a ideia inflexível da imparcialidade. O Compasso é o símbolo do espírito, do pensamento nas diversas formas do raciocínio. Traça o círculo cuja extensão representa as lojas espalhadas pelo universo.

Juntos formam o símbolo mais característico da maçonaria. Representam que a ordem é pautada pela filosofia da igualdade, liberdade e fraternidade.  É o símbolo de maior reconhecimento

 

(A:FC/R:FC)
Ao retransmitir esta mensagem favor não retirar os créditos Assessoria de Comunicação da www.redecolmeia.com.br

fernando

Fernando Colacioppo (Coordenador da Rede Colmeia) http://redecolmeia.com.br/2019/04/11/fernando-tullio-colacioppo-sobrinho/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X
Translate
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.