Loja Amor da Pátria Nº 306 á 188 anos no Oriente: BRAGANÇA PAULISTA.

Dia 18/08/2021 (4ªf) às 20h na Loja Cruz da Distinção Maçônica AMOR DA PÁTRIA nº 306, Endereço Sessões: RUA PROF. FERNANDO DA SILVA LEME, 100 – JARDIM DO SUL – BRAGANÇA PAULISTA, Data Fundação: 03/02/1833.

Sessão de Palestra do irmão Luiz Carlos Palacios Costa Assessor do Grão Mestre Geral do Grande Oriente do Brasil, com o tema:- “Advocacia-Geral da União no Estado brasileiro”.

Tendo como Venerável Mestre Marcos Leopoldo Tasca.

 Estiveram presentes as autoridades maçônicas irmão Osvaldo Zago Procurador Geral do Grande Oriente do Brasil, Anibal Martinez Secretário Geral de Interior e Ralações Publicas do Grande Oriente do Brasil, Luiz Carlos Palacios Costa Assessor do Grão Mestre Geral do Grande Oriente do Brasil, Secretários Estaduais, entre outras autoridades, deputados federais, deputados estaduais, mestres instalados, mestres, companheiros e aprendizes.

 

  • Número: 306 Nome: AMOR DA PÁTRIA Oriente: BRAGANÇA PAULISTA
  • Endereço Sessões: RUA PROF. FERNANDO DA SILVA LEME, 100 – JARDIM DO SUL – BRAGANÇA PAULISTA
  • Data Fundação: 03/02/1833

 

A Loja Maçônica Amor da Pátria, localizada em Bragança Paulista nasceu em 3 de fevereiro de 1833, ainda na Villa de Bragança, com a então Loja Firmeza e Character. Esta foi a primeira de uma série de oficinas fundadas no interior e na capital do Estado de São Paulo pelos pioneiros maçons da Loja Amizade, de São Paulo. A Firmeza e Character, porém, não conseguiu manter-se por muito tempo e suas atividades foram interrompidas em 23 de junho de 1837.

 

Mas apesar da brevidade da Loja Firmeza e Character enquanto oficina maçônica regular, o ideal da Ordem na região manteve-se aceso, de forma que, em 12 de novembro de 1874, foram novamente regularizadas as atividades da maçonaria bragantina, desta vez sob o título distintivo de Amor da Pátria, loja esta reconhecida como sucessora da Firmeza e Character.

 

Da Loja Firmeza e Character restou pouco material histórico, inclusive porque a tradição maçônica de então era pouco afeita a registros documentais. Mas seu primeiro Presidente (na verdade seu único presidente), foi Dom Manoel Joaquim Gonçalves de Andrade, conhecido pelo codinome Platão.

 

Vale destacar que ao longo de todo o século XIX, os quadros maçônicos brasileiros foram majoritariamente abastecidos e liderados por membros da Igreja Católica assim como por estudantes e profissionais de direito.

 

Já com o título de Amor da Pátria e regularizada perante o Grande Oriente do Brasil (GOB), a loja conta com registros históricos desde 1874. Sua primeira administração, de 1874 a 1876, foi formada por Joaquim Vicente da Silva Paranhos, Calisto Augusto Marin, Frederico Guilherme Christiano, Raphael Mariano D´Oliveira Ribas, José Guilherme Christiano e Orlando Lacorte. Seu brevê constitutivo foi assinado por Joaquim Saldanha Marinho.

 

Hoje, dentre as oficinas federadas ao GOB, que é a maior e mais antiga potência maçônica reconhecida no Brasil, a Loja Amor da Pátria figura como a décima-terceira instituição mais longeva do Estado de São Paulo, considerando-se tão somente seu tempo como loja regular.

 

E em seus mais de 187 anos de fundação e 133 como loja regular, a Amor da Pátria atuou decisivamente na expansão das atividades e ideais maçônicos e participou, direta ou indiretamente, na criação e no desenvolvimento de inúmeras outras lojas, motivo pelo qual ela é hoje reconhecida como Loja Mãe em toda a região bragantina.

 

Extraído do link https://pt.wikipedia.org/wiki/Loja_Ma%C3%A7%C3%B4nica_Amor_da_P%C3%A1tria 


(A:FC/R:FC)
Ao retransmitir esta mensagem favor não retirar os créditos Assessoria de Comunicação da www.redecolmeia.com.br

fernando

Fernando Colacioppo (Coordenador da Rede Colmeia) http://redecolmeia.com.br/2019/04/11/fernando-tullio-colacioppo-sobrinho/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.