FUNDAÇÃO DO SUBLIME CAPÍTULO REGIONAL DO RITO MODERNO SÃO PAULO Nº 32 – SCFRMB.

Dia 31 de outubro de 2020, sábado às 09:00 horas no Templo Nobre da ABBM, localizado na Av. Ricardo Medina Filho, 577 – Vila Ipojuca, São Paulo – SP, 05057-100, Brasil ao Vale de São Paulo .SESSÃO MAGNA DE FUNDAÇÃO DO SUBLIME CAPÍTULO REGIONAL DO RITO MODERNO SÃO PAULO Nº 32 – SCFRMB;  

A sessão foi conduzida pelo Soberano Grande Inspetor Geral – Sérgio Ruas;

Presentes Autoridades Maçônicas: Sapientíssimo irmão Ademir Cândido da Silva Grão Mestre Geral Adjunto do Grande Oriente do Brasil, Roberto Batista dos Santos Ministro do Supremo tribunal Federal Maçônico, Paulo Barcellos Gatti Vice-Presidente do Tribunal Superior Eleitoral Maçônica, Pedro Antônio Martineli Aranas presidente licenciado da PAEL-SP e Interventor do Grão-Mestre Geral no GOB-SP, Mário Sérgio Nunes da Costa Grão Mestre de Honra do GOB-SP e Grande Secretário de Relações Exteriores do Supremo Conselho do Brasil do Grau 33 para o Rito Escocês Antigo e Aceito, Rui Correa Grão Mestre de Honra do GOB-SP, Helder Cyrillo Guimarães da Silva Eminente Presidente do Grande Conselho Kadoshi Filosófico do Rito Moderno do Brasil/São Paulo, Paulo Roberto de Medeiros Grande Senescal do Grande Priorado do Brasil, Fernando Colacioppo Secretário Geral de Comunicação e Informática Adjunto do Grande Oriente do Brasil, Nilton Gomes Assessor do Grão Mestre Geral do Grande Oriente do Brasil, José Ricardo Ceravolo Risolia Secretário de Relações Internas do GOBSP e todos os Secretários Gerais do SCFRMB;

Entre outras Autoridades e Membros dos demais Ritos: REAA – Adonhiramita – Brasileiro – Rito Moderno – RER – York e Schroeder que estiveram presentes prestigiando essa Sessão Magna.


Entrada das autoridades.

Tema de São Paulo.

 

O Rito Moderno: Origem e Características.

Seu nome origina-se da adoção do Ritual da “primeira” Grande Loja de Londres, conhecida como a dos “Modernos”.

O Rito Moderno ou Francês  foi criado  em Paris no ano de  1761, instituído em 24 de dezembro de 1772 e proclamado em 09 de marco de 1773, pelo Grande Oriente de França, sendo instalado solenemente em 22 de outubro de 1773.

Estabelece sua Câmara de Altos Graus em 1782, visando dar ordem às centenas de Graus e de rituais então existentes no seio da Maçonaria universal.

Através da Circular de 1784 cria o Grande Capítulo Geral de França. Este Grande Capítulo redige um Ritual próprio agrupando os diversos graus em 5 Ordens filosóficas, com a administração dos Capítulos que trabalham nos graus acima do terceiro ficando confiada a esta Câmara a partir de 1786.

Nascido do desejo de se criar uma unidade racional na diversidade de correntes de pensamento vigentes à época, o Rito Moderno é filho e herdeiro direto do pensamento iluminista.

Embora criado sob moldes racionais, pautou inicialmente suas regras na primitiva Constituição de Anderson, deísta e tolerante no aspecto religioso. Após a Revolução Francesa, em 21 de maio de 1799, GOF e GLUI redigem um tratado de união.

Entretanto, em 1815, a GLUI, altera a Constituição de Anderson, tornando-a dogmática e impositiva, como se pode perceber nas conhecidas citações aos “ateus estúpidos” e aos “libertinos irreligiosos”, características que bem poderiam designar muitos dos maiores filósofos e pensadores da humanidade.

Em 1877 vem a ruptura definitiva entre as duas potências, quando o GOF extingue a obrigatoriedade da crença em Deus e na imortalidade da alma como reconhecimento de um homem como maçom. Coerente com esta linha de pensamento, e, talvez por causa disso, considerado o condutor da Maçonaria do 3º Milênio, o Rito Moderno dá ao maçom o direito de pensar com irrestrita liberdade, o dever de trabalhar para o bem-estar social e econômico do cidadão, e a capacidade de defender os direitos naturais e sociais do homem, seja de qualquer cultura ou nacionalidade. 

Este humanismo explícito, muitas vezes atrita-se com o status quo social, do qual a religião é um de seus pináculos básicos.

O Rito Moderno não considera a Maçonaria como uma ordem mística, embora seus três primeiros graus o sejam, baseados que estão no pensamento judaico-cristão.

Ainda assim, o maçom do Rito Moderno é naturalmente cientificista e, portanto, pedagogicamente mais afeito à forma do aprendizado do que ao seu conteúdo.

Entende que a busca da verdade realiza-se no Grau de Aprendiz pela intuição, no Grau de Companheiro através da análise e culmina no Grau de Mestre pelo desenvolvimento da capacidade de síntese, num processo evolutivo lógico-racional baseado no pensamento científico contemporâneo.

Os padrões de conduta do Rito Moderno são racionais e cartesianos, enriquecidos  na contemporaneidade, por um Humanismo essencialmente democrático e plural.

Características essenciais para um mundo globalizado. Em 1822, o Grande Oriente do Brasil é fundado sob a égide do Rito Moderno, visto que, em 1802, Hipólito José da Costa trouxe de Londres e de Paris a Carta-Patente regularizadora do funcionamento do Grande Oriente Lusitano na então colônia brasileira.

Sendo este, como todo Oriente, praticante do Rito Francês, o GOB herda o Rito Moderno da metrópole lusa, conduzindo e irradiando sua chama iluminista, emancipadora e libertária até os dias atuais.

BIBLIOGRAFIA CONSULTADA.

ANTUNES, Álcio de Alencar. O Rito Moderno no Contexto da Maçonaria Universal. In: Supremo Conselho do Rito Moderno. O Rito Francês ou Moderno: A Maçonaria do Terceiro Milênio. Londrina, PR, Ed. Maçônica A Trolha, 1994

BAPTISTA, Antonio Samuel. Rito Moderno: Uma Interpretação. In: Supremo Conselho do Rito Moderno. O Rito Francês ou Moderno: A Maçonaria do Terceiro Milênio. Londrina, PR, Ed. Maçônica A Trolha, 1994

CASTELLANI, José. Manual do Rito Moderno. Editora A Gazeta Maçônica, 1991.

NETO, Antonio Onias. O Rito Moderno ou Francês. In: http://redecolmeia.com.br/moderno/  

WIKIPÉDIA. Rito Moderno. in: http://pt.wikipedia.org/wiki/Rito_Moderno

 

(A:FC/R:CRS)
Ao retransmitir esta mensagem favor não retirar os créditos Assessoria de Comunicação da www.redecolmeia.com.br

 

fernando

Ir.'. Fernando Colacioppo (Coordenador da Rede Colmeia) http://redecolmeia.com.br/2019/04/11/fernando-tullio-colacioppo-sobrinho/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.