BREVE CONCEITO DA ROSA-CRUZ

 

A Ordem Rosa-Cruz foi fundada em meados do Século XV por Christian Rosenkrentz, na Alemanha e sua doutrina está ligada a Cabala, na Magia Superior e, em última análise, emana dos Mistérios Egípcios.

Possui um significado de Amor, Segredo e Fragrância e todo esse conjunto de virtudes conduz ao sentimento de Auto-Sacrifício , Segredo de Imortalidade e a doce Fragrância de uma vida santa, preparada para a viagem final, ou seja, para o Oriente Eterno.

É também um convite para a lembrança de Jesus de Nazaré que deve ser sempre cultuado e seu símbolo é a Rosa-Cruz, também conhecida como Rosa-Mística. Este sentimento de fervor só resplandece com a Cruz do Sacrifício.

A Rosa colocada na intercessão dos dois braços da cruz exprime o Mistério da Iniciação que exorta o Ser Humano a seguir o caminho de Jesus de Nazareno para ligá-lo à perfeição. Sobre o tema, Jean François Signier e Renand Thomazo – Sociedades Secretas – Vol. II – larousse – pág. 108 -, anotam que ” A filosofia rosa-cruz prega o melhoramento, segundo a palavra cristã, para poder transformar o mundo. Nessa ótica, a alquimia, ou seja, o conhecimento derradeiro da Natureza está totalmente voltado ao serviço de Deus num mundo atormentado. A síntese rosa-cruz tenta restaurar a harmonia em torno de uma comunidade de homens determinados a agir com sabedoria para o bem comum.”

Portanto. podemos conceituar a Ordem Rosa-Cruz, como uma Entidade espiritual voltada para o bem da Humanidade, baseada nos ensinamentos de Jesus de Nazareno, sem contudo, possuir o caráter religioso.

José Geraldo de Lucena Soares – M∴  I∴ – 33°
GOB – SP

 
 
 
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.