Assembleia da Grande Loja de Mestres Maçons da Marca do Brasil.

Dia 27 de novembro de 2021 (sábado) às 10:00 horas no Hotel Leques Brasil, na Rua São Joaquim, 216 – Liberdade, São Paulo/SP, na Grande Loja de Mestres Maçons da Marca do Brasil, foram convocados os Veneráveis Mestres de Lojas de Marca, os Veneráveis Comandantes  de Lojas de Nautas, e convidados todos os irmãos filiados à GLMMMB, com seu traje maçônico da marca com paramentos de maior cargo.

Assembleia da Grande Loja de Mestres Maçons da Marca do Brasil, Ordem do Dia: 1. Abertura da GLMMMB, 2. Saudações, 3. Chamada do Rol de Grandes Oficiais, 4. Chamada do Rol das Lojas de Marca e Nautas, 5. Leitura de Correspondências, 6. Relatório do Grande Tesoureiro, 7. Aprovação do balanço anual 2021/2022, 8. Nomeação de Grandes Oficiais, 9. Outros assuntos de interesse geral, 10. Mensagem do Grão Mestre, 11. Coleta de óbolos, 12. Encerramento, 13. Almoço por adesão.

Os irmãos Múcio Bonifácio Guimarães e Ademir Cândido da Silva, receberam o Título de Soberano Grão-Mestre da Grande Loja de Mestres Maçons da Marca do Brasil.

Tendo como Grão Mestre da Grande Loja de Mestres Maçons da Marca dos Brasil, Soberano Irmão Manoel Oliveira Leite, e os irmãos Arlindo Batista Chapeta Grão Mestre Assistente, Joselito Romualdo Hencotte Grão Mestre Adjunto e Cezar Alberto Mingardi Diretor de Cerimonias.

Estiveram presentes as autoridades maçônicas e Veneráveis Mestres de Lojas de Marca e Veneráveis Comandantes  de Lojas de Nautas:- irmão Múcio Bonifácio Guimarães Grão-Mestre de Honra da Grande Loja de Mestres Maçons da Marca e Grão Mestre Geral do Grande Oriente do Brasil, Ademir Candido da Silva Grão-Mestre de Honra da Grande Loja de Mestres Maçons da Marca e Grão Mestre Geral Adjunto do Grande Oriente do Brasil, Gerson Magdaleno Grão-Mestre de Honra da Grande Loja de Mestres Maçons da Marca e Grão-Mestre Estadual de São Paulo GOB-SP, Edilberto Pereira da Silva Grande Inspetor e Grão-Mestre Estadual do Pará GOB-PA, Mario Sergio Nunes da Costa Grão-Mestre de Honra da Grande Loja de Mestres Maçons da Marca e Grão-Mestre Estadual de Honra do GOB-SP, Moacir Terrin Pereira Grande Inspetor Passado e Grão-Mestre de Honra Estadual do Pará GOB-PA, Fernando Colacioppo Secretário Geral de Comunicação e Informática Adjunto do Grande Oriente do Brasil, Nilton Gomes Assessor do Grão Mestre Geral do Grande Oriente do Brasil,  Munir Junior Assessor do Grão Mestre Geral do Grande Oriente do Brasil,  e o Mestres Maçons da Marca Carlos Roberto Lopes Junior, entre outras autoridades.

os Grão-Mestre de Honra da Grande Loja de Mestres Maçons da Marca, Soberanos Irmãos Gerson Magdaleno, Mário Sergio Nunes da Costa,

 

Os Graus do Rito Escocês Antigo e Aceito e os CORPOS E ORDENS ADICIONAIS OU COLATERAL OU COMO CHAMAMOS AQUI NO BRASIL ORDENS DE APERFEIÇOAMENTO MAÇÔNICO.

Não se equivalem no ensinamentos, na Inglaterra não são graus e nos USA são graus.

É complicado mesmo, o mesmo nome para “coisa” diferentes…

O quadro acima é a representação das ordens nos USA, levando a um engano de equivalência entre o REAA e o York; Obs. na Inglaterra é diferente. 
https://redecolmeia.com.br/ordens-colaterais/

Estes graus maçônicos são um meio para ensinar o valor de virtudes, tais como a Honestidade, a Caridade, o Trabalho, a Fidelidade e a Humildade; A primeira Grande Loja da Inglaterra começou em 1717, conhecida mais tarde como a dos “Modernos”, um termo de burla, utilizado pela Grande Loja contrária, a dos “Antigos”, formada em 1751. Enquanto a primeira Grande Loja não permitiu atividades além dos três graus reconhecidos do Simbolismo; a dos “Antigos” permitiu que em suas Lojas se praticasse qualquer grau, desde quando estivessem por ela autorizados; Quando em 1813 se uniram as duas Grandes Lojas para constituir a Grande Loja Unida da Inglaterra, no Artigo II de seu documento de união, se afirmou: “Se declara e se proclama que a pura e Antiga Maçonaria consiste em três graus, e nenhum mais, isto é, o do Aprendiz Entrado, Companheiro de Arte e Mestre Maçom, incluindo a Ordem Suprema do Santo Real Arco”.

O termo “Modernos” era usado pelos “Antigos”, de forma depreciativa, não sendo assim um elogio.

2) MAÇONARIA DA MARCA

História do Grau: O grau de Marca existia na Escócia já em 1599.

Estudo: Incorpora dois graus, porque o candidato se reconhece primeiro como um Maçom de Marca e seguidamente, adiantado, como um Mestre Maçom de Marca na mesma cerimônia.

Requisitos: Para ser Mestre de Marca se precisa ser Mestre Maçom de uma Loja Regular.

3) NAUTAS DA ARCA REAL

História do Grau: Grande Loja de Nautas da Arca Real constituída em 1871 mencionam que “… no ano 1772 uma Grande Loja se reconstituiu”, não confiável.

Estudo: Está relacionado com a lenda do Dilúvio, da arca de Noé.

Requisitos: Estas Lojas estão ligadas à uma Loja de Marca com igual número. O Candidato será Mestre Maçom de Marca.


(A:FC/R:CRS)
Ao retransmitir esta mensagem favor não retirar os créditos Assessoria de Comunicação da www.redecolmeia.com.br

fernando

Fernando Colacioppo (Coordenador da Rede Colmeia) http://redecolmeia.com.br/2019/04/11/fernando-tullio-colacioppo-sobrinho/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X
Translate
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.