O Maçom Ricardo Nunes é o 54º Prefeito de São Paulo

Ricardo Luis Reis Nunes (São Paulo, 13 de novembro de 1967) é um empresário e político brasileiro. É o atual prefeito de São Paulo, em decorrência da morte de Bruno Covas.

Enquanto vereador da mesma cidade, ganhou notoriedade ao se posicionar ativamente contra a inclusão de temas de sexualidade e gênero no Plano de Educação de São Paulo.

É dono de uma empresa de controle de pragas.

O Maçom.

Maçom da GLESP Ricardo Luis Reis Nunes – Adormecido

Iniciado na Loja Fé, Equilíbrio e Luz nº 270

SOBEI-Sociedade Beneficente Equilíbrio de Interlagos

Av. Rubéns Montanaro de Borba, 459 – Jardim Regis, São Paulo – SP, 04811-120

Carreira política

Ricardo Nunes é filiado ao Movimento Democrático Brasileiro. Foi vereador em São Paulo em 2012 e 2016, sendo aliado do governo de Fernando Haddad, do PT.

Enquanto na Câmara de Vereadores, participou de Comissões Parlamentares de Inquérito, entre as quais a dos bancos, em 2019, que investigava a sonegação de impostos sobre serviços (ISS) na capital.

Em 2016, apoiou a anistia das igrejas em situação irregular durante a lei de zoneamento.

Ganhou notoriedade na mídia por ser ativamente contra a inclusão de temas de sexualidade e gênero no Plano de Educação de São Paulo.

Foi também autor de um projeto de lei que criava um sistema de transporte aquático na Represa Billings.

A proposta, embora pouco exequível, foi incorporada pela atual gestão, fazendo parte do Plano de Metas.

Em 2020, estando preparado para um terceiro mandato como vereador, candidatou-se a vice-prefeito na chapa de Bruno Covas, no âmbito da coalizão entre PSDB, MDB e DEM, em uma articulação política do governador de São Paulo, João Doria, do PSDB, visando o eventual apoio do MDB em 2022.

Enquanto vice-prefeito, manteve um perfil discreto, aparecendo publicamente somente na ausência de Bruno Covas.

Em 2 de maio de 2021, assumiu interinamente, por 30 dias, a prefeitura de São Paulo, devido ao licenciamento de Bruno Covas para tratamento de câncer. Após assumir a prefeitura, noticiou-se que o PSDB buscava filiá-lo ao partido. No entanto, Nunes descartou mudar de partido.

Bruno Covas morreu às 8h20 de 16 de maio, segundo nota enviada pelos médicos do hospital. Em decorrência disso, o vice Ricardo Nunes, até então prefeito interino, assumirá definitivamente o cargo.

 (A:FC/R:FC) Ao retransmitir esta mensagem favor não retirar os créditos Assessoria de Comunicação da www.redecolmeia.com.br

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.