SEXTA-FEIRA 13 E A MAÇONARIA.

Numa sextafeira Jesus Cristo foi traído e crucificado e coincidência ou não, também numa sextafeira13 de outubro de 1307, o Grão-Mestre da Ordem dos Cavaleiros Templários Jacques De Molay e os Templários foram traídos, vindo desde esta data a maldição da sextafeira 13.

Madrugada de sexta-feira, 13 de Outubro de 1307:

Cumprindo as ordens do rei Filipe IV, o Belo, também conhecido como Rei de Mármore ou Rei de Ferro, Guillaume de Nogaret ministro do Rei, acompanhado do Inquisidor-mor e do tesoureiro real, apresentou-se na fortaleza do Templo e deu voz de prisão a todos os Templários que aí se encontravam, incluindo o seu Grão-Mestre, Jacques de Molay, que ainda estava deitado. Os próprios calabouços do Templo serviram para aí se encerrarem alguns dos cavaleiros, mas o Grão-Mestre e os seus principais foram encerrados na prisão do Louvre.

Leia na integra:- https://www.freemason.pt/sexta-feira-13-a-verdadeira-historia/

Dados históricos:-
Dia 18 de março de 1314 – Morre Jacques De Molay, Grão-Mestre dos Templários, mandado queimar por Felipe IV, rei de França e pelo papa Clemente V. Ambos e também o Inquisidor Guillaume de Nogaret morreriam menos de um ano depois, criando a lenda da maldição.

Jacques de Molay, por vezes também chamado Tiago de Molay,[1] (em latim: Iacobus Burgundus; em francês: Jacques de Molay; (Pronúncia: [ʒak də mɔlɛ] Jak Demolé); Molay, 1244 — Paris, 18 de março de 1314) foi um religioso e militar francês, e o último grão-mestre da Ordem dos Cavaleiros Templários. Nascido em Molay, pertencia a uma família da pequena nobreza francesa. É hoje o patrono da Ordem DeMolay.

 
 
 

fernando

Fernando Colacioppo (Coordenador da Rede Colmeia) http://redecolmeia.com.br/2019/04/11/fernando-tullio-colacioppo-sobrinho/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.