Feliz ano Novo – O início do ano maçônico é dia 21 de março (equinócio de outono, no hemisfério Sul).

O início do ano maçônico não em 01 de março como sugere Anderson, mas no dia 21 de março (equinócio de outono, no hemisfério Sul) embora o ano fiscal tem seu início 1º de janeiro.

No Brasil há registros de que o GOB utilizava, nos primórdios da maçonaria Nacional, um calendário equinocial muito próximo do calendário hebraico, situando o início do ano maçônico não em 01 de março como sugere Anderson, mas no dia 21 de março (equinócio de outono, no hemisfério Sul) e acrescentando 4000 aos anos da Era Vulgar, datando seus documentos com o ano da V∴L∴(A∴L∴). Desta maneira, o 6° mês Maçônico tinha início a 21 de agosto (primeiro dia do sexto mês) e o 20° dia era, portanto, 09 de setembro da Era Vigente, como situa um Boletim do GOB de 1874, isto segundo o Irmão José Castellani, em sua obra “Do pó aos arquivos”. Outro bom exemplo é a imagem do topo deste artigo, retirado da Ata de Iniciação de D. Pedro I :

O fato é que datar pranchas e documentos maçônicos com o ano da V∴L∴ caiu em desuso, talvez porque hoje saibamos que nosso sistema solar existe há mais de 4,5 bilhões de anos. Utilizar o calendário Gregoriano e referir-se a ele como Era Vigente, é a pratica mais comum nos dias atuais.

Extraído do site goeam.com.br atualmente fora do ar.

O Equinócio Vernal (21/03) Feliz ano Novo – O início do ano maçônico é hoje no dia 21 de março (equinócio de outono, no hemisfério Sul).

Sábado, 21 de março⋅ O início do ano maçônico não em 01 de março como sugere Anderson, mas no dia 21 de março (equinócio de outono, no hemisfério Sul) embora o ano fiscal tem seu início 1º de janeiro.

Equinócio é uma palavra que deriva do latim (aequinoctium), e significa “noite igual”, e refere-se ao momento do ano em que a duração do dia é igual à da noite sobre toda a Terra.

Astronomicamente isto se dá quando a Terra atinge uma posição em sua órbita onde o Sol parece estar situado exatamente na intersecção do círculo do Equador Celeste com o círculo da Eclíptica; ou seja, instante em que o Sol no seu movimento anual aparente pela Eclíptica, corta o Equador Celeste, apresentando declinação de 0º.

O Equinócio Vernal (21/03), assinala a entrada da primavera no hemisfério norte e do outono no hemisfério sul. É especialmente considerado pelos Astrólogos, pois este “Ponto Vernal”, marca o início do Signo de Áries, a entrada do Sol no Signo de Áries, que marca o início do Zodíaco. É quando o Sol, no seu movimento aparente, passa do hemisfério sul para o hemisfério norte.

Na figura abaixo, veja uma representação da insolação terrestre relativa a este Equinócio. Neste período a Terra recebe em ambos hemisférios a mesma intensidade de luz solar.

O Equinócio Outonal (23/09), marca a entrada do outono no hemisfério norte e da primavera no hemisfério sul, chamado também de “Ponto de Libra”; instante em que o Sol passa do hemisfério norte para o hemisfério sul.

Na figura abaixo, veja uma representação da insolação terrestre relativa a este Equinócio. Neste período a Terra recebe em ambos hemisférios a mesma intensidade de luz solar.

A palavra Solstício, deriva do latim, sol + sistere (solstitium), que significa parado, imobilizado e está associada à ideia de que o Sol estaria como que estacionário.

Marca a época do ano em o Sol, no seu movimento aparente na esfera celeste, atinge o máximo afastamento angular do Equador.

É considerado Solstício de Verão (22/06) no hemisfério norte e de inverno no hemisfério sul, quando o Sol ingressa a 0º do Signo de Câncer, quando o Sol alcança sua máxima de clinação norte, 23º27′. Neste momento, o Sol “imobiliza” seu movimento gradual para o sentido sul e passa a dirigir-se na direção do polo norte.

Na figura abaixo, veja uma representação da insolação terrestre relativa a este Solstício. Neste período a Terra recebe maior intensidade de luz solar no hemisfério norte.

No dia do Solstício de Inverno (21/12) no hemisfério norte e de verão no hemisfério sul, quando marca a entrada do Sol no Signo de Capricórnio, quando o Sol alcança sua máxima declinação sul, 23º27′. O Sol “imobiliza” seu movimento para o sentido norte e começa a dirigir-se na direção do hemisfério sul.

Na figura abaixo, veja uma representação da insolação terrestre relativa a este Solstício. Neste período a Terra recebe maior intensidade de luz solar no hemisfério sul.

Vale lembrar que como as estações do ano são opostas nos dois hemisférios, as denominações se invertem. E também, que poderá haver variação de um ou dois dias nas datas descritas.

No quadro abaixo, estão representadas as posições do nosso planeta em relação ao Sol, nos momentos de Solstícios e Equinócios, que definem as quatro estações do ano.

A ilustração abaixo, facilita o entendimento para os Astrólogos, onde pode notar-se os pontos equinociais e solsticiais.

“por herança recebida dos membros das organizações de ofício, que, tradicionalmente, costumavam comemorar os solstícios, essa prática chegou à Maçonaria moderna, mas já temperada pela influência da Igreja sobre as corporações operativas. Como as datas dos solstícios são, aproximadamente, 22 de junho e 22 de dezembro, muito próximas das datas comemorativas de São João Batista10 – 24 de junho – e de São João Evangelista11 – 27 de dezembro – elas acabaram por se confundir com estas, entre os operativos, chegando a atualidade. Hoje a posse dos Grão-Mestres das Obediências e dos Veneráveis Mestres das Lojas realiza-se a 24 de junho, ou em data bem próxima; e não se pode esquecer que a primeira obediência Maçônica do mundo, a Premier Grand Lodge, foi fundada em 1717, em Londres, no dia de São João Batista”.

Guia para Realização do Jantar Ritualístico ou Loja de Mesa.

www.redecolmeia.com.br

Check-list das diversas fases para a realização do Evento.

I. Definição de Evento

“Jantar Ritualístico Tradicional de caráter social e cultural maçônico, de tempo

determinado, gerador de grande integração, envolvimento e mobilização dos irmãos.

das Lojas da Região Maçônica e outras do GOSP e outra potencias”.

II. Procedimentos Operacionais

A organização do Evento será definida com base nas atividades listadas a seguir.

1) Produção

• Obtenção do Local (cortesia/contratação)

• Definição de Data/Horário de realização

• Determinação do Público-Alvo (Lojas integrantes e convidadas)

• Fluxo de Participantes (pagantes e cortesias)

• Estacionamento

• Segurança Externa

• Limpeza

• Equipamentos Necessários

• Alimentação e Bebidas (cardápio, buffet)

• Recepção e Identificação dos Participantes e Autoridades

• Contratação de Pessoal/Serviços

• Coordenação de Pessoal

• Venda de Convites

2) Promoção e Divulgação

Programação Visual do Evento

• Divulgação do Evento

• Prospecção de Patrocínio

3) Custos e Relatórios

Orçamento Global

• Orçamento Detalhado

• Fluxo de Caixa

• Prestação de Contas

• Relatório Final de Realização

 
 
 
 
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.