GRANDE PRIORADO DAS ORDENS UNIDAS – RELIGIOSAS , MILITARES E MAÇÔNICAS DO TEMPLO E DE SÃO JOÃO DE JERUSALÉM, PALESTINA, RODES E MALTA, DO GRANDE ORIENTE DO BRASIL.

Dia 03 de maio de 2019, sexta feira, às 20:00 horas, o GRANDE PRIORADO DO BRASIL, se reuniu na sede ABBM, situada na Av. Ricardo Medina Filho, 577 – Lapa SP, com a presença do Eminentíssimo Supremo Grão Mestre Mário Sérgio Nunes da Costa, GCT Made Grande Senescal Paulo Roberto de Medeiros, GCT Grão Prior de Malta Carlos Guardado, Abertura da sessão anual foi conduzida pelo GCT Precptor Nacional Wagner Sandoval, presentes, os Grandes Oficiais: Cuiba, RJ, Paraná, Santa Catarina, Amapá, Bahia, Macapá Walmon, Cavalcanti Cavalheiro de São Tiago n . 64 , Fidelita, 54 Decio Miyajima, Hermann, Blumenau – Santa Catarina PARANA 44 Joselito Hectte, os Preceptórios e os IIrs. Cavaleiros Filiados ao Grande Priorado do Brasil das Ordens Unidas, Religiosas, Militares e Maçônicas do Templo e de São João de Jerusalém, Palestina, Rodes e Malta, entre outras autoridades.

Cavaleiros Templários (maçonaria)

Os Cavaleiros Templários são uma organização internacional filantrópica afiliada à Maçonaria, mais especificamente ao Rito de York. Diferentemente dos graus iniciais conferidos em uma Loja Maçônica tradicional, onde apenas se exige a crença em um Ser Supremo – independentemente da filiação religiosa – os Cavaleiros Templários compõem uma das várias ordens maçônicas em que a adesão é restrita apenas a maçons já iniciados e que professem a crença na religião cristã.[1]

O título completo desta ordem é “The United Religious, Military and Masonic Orders of the Temple and of St John of Jerusalem, Palestine, Rhodes and Malta” (As Unidas Ordens Religiosas, Militares e Maçônicas do Templo e de São João de Jerusalém, Palestina, Rodes e Malta).[2] A palavra “Unidas” presente no título indica que mais de uma ordem e mais de uma tradição histórica estão em conjunto dentro deste sistema. Tais ordens “unidas” são principalmente: Cavaleiros do Templo, os Cavaleiros de Malta, os Cavaleiros de São Paulo e exclusivamente no Rito de York, os Cavaleiros da Cruz Vermelha.[3]

Assim sendo, os Cavaleiros Templários podem existir tanto como parte do Rito de York como também como uma organização independente.[4] Na Inglaterra e País de Gales, a Maçonaria afirma possuir 30.000 membros Templários dentre os seus 250.000 maçons.[5]

A ordem, como se pode deduzir, deriva seu nome dos históricos Cavaleiros Templários. Uma das teorias sobre a origem da Maçonaria sustenta que esta fraternidade possui descendência direta dos Cavaleiros históricos do final do século XIV, que teriam se estabelecido na Escócia ou em outros países onde a supressão dos Templários não foi cumprida. Embora tal teoria não possa ser descartada, ela é descreditada por falta de evidências comprobatórias, tanto por parte da Maçonaria como por parte dos historiadores.[6]

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre
https://pt.wikipedia.org/wiki/Cavaleiros_Templ%C3%A1rios_(ma%C3%A7onaria)

Paramentos templários.

Código Moral dos Cavaleiros Templários

  • Ama o bem.
  • Ignora o mal
  • Sê bondade, justiça e compaixão.
  • Não critique nunca.
  • Sê paciente, calmo e comedido.
  • Não te entregues jamais à cólera ou ao orgulho.
  • Sê puro sensível, e doce.
  • Não pratiques nunca a ironia.
  • Sê confiante, satisfeito e aberto aos outros.
  • Não duvides e não sejas nunca invejoso.
  • Sê moderado em todas as coisas.
  • Evita os excessos.
  • Sê humilde, amável, modesto, generoso e respeitoso para com os outros.
  • Não sejas nunca malévolo.
  • Sê verdadeiro em palavras e em atos.
  • Diz a verdade.
  • Não mintas nem difames jamais.
  • Sê prestativo e benévolo em relação a tudo que existe.
  • Não enganes e não traias ninguém.
  • Ama e protege a vida, propaga a paz e a harmonia.
  • Não manifestes agressividade em nenhum plano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate
Share this product!
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.